Histórias por contar

Os jovens, se quiserem, podem mesmo ser a força dum país. A prova está nas actividades revolucionárias, marcantes na história de Portugal, iniciadas durante a Revolução dos Cravos, com o golpe militar de 25 de Abril de 1974, acesas durante o Período Revolucionário em Curso (PREC) e concluídas com a aprovação da Constituição Portuguesa.

O descontentamento popular, nesta fase, era muito, e isso levou a que os jovens se juntassem. Apesar das diferença ideológicas entre eles, havia vontade de lutar por melhorias no país. A vontade de fazer de Portugal um país com justiça social foi a principal prioridade dos mais novos de então. Muitos deles são rostos anónimos, cujas histórias ficaram por contar.

Início

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s